Favicon iEducação
Search
Close this search box.

5 Contos de Fadas: Histórias Infantis Para Sua Criança

5 Contos de Fadas: Histórias Infantis Para Sua Criança

Publicidade

Os contos de fadas são histórias infantis tradicionais repletas de personagens mágicos, princesas e heróis, e aventuras inesquecíveis. Mas além da magia e do encanto, eles são também poderosas ferramentas educativas para as crianças.

Cada conto de fadas é uma jornada pelo mundo da imaginação, que ao mesmo tempo oferece valiosas lições de vida. Essas histórias infantis ensinam as crianças sobre bondade, coragem, persistência e a importância de fazer o bem.

A leitura de contos de fadas para e com as crianças é uma maneira maravilhosa de tornar o aprendizado divertido e envolvente mesmo durante processos complexos como a alfabetização.

Publicidade

As crianças são naturalmente atraídas por essas histórias infantis, o que as torna um excelente recurso para ensinar valores e lições importantes de uma forma que eles irão adorar.

Além disso, ler contos de fadas pode ser um momento especial de união e conexão entre você e seu filho. Então, que tal escolher uma dessas histórias infantis para a leitura de hoje à noite?

Contos de Fadas: Branca de Neve

Participe do nosso grupo do WhatsApp e receba novidades, atividades, jogos educativos e recursos pedagógicos em PDF para imprimir!

Contos de Fadas: Branca de neve.
Publicidade

Era uma vez uma linda princesa chamada Branca de Neve. Ela tinha uma pele branquinha como a neve, cabelos negros como o ébano e lábios vermelhos como o sangue. Branca de Neve vivia feliz com seus pais em um reino distante.

No entanto, a mãe da Branca de Neve faleceu e o pai casou-se novamente com uma rainha malvada. Essa rainha tinha um espelho mágico e todos os dias perguntava: “Espelho, espelho meu, existe alguém mais bonita do que eu?”. O espelho sempre respondia que a rainha era a mais bela do reino.

Publicidade

Mas, à medida que Branca de Neve crescia, ela se tornava cada vez mais bonita. Um dia, o espelho respondeu à rainha que Branca de Neve era a mais bela de todas. A madrasta, enfurecida de ciúmes, decidiu se livrar da princesa.

Ela enviou um caçador para levar Branca de Neve para a floresta e matá-la. No entanto, o caçador, com um coração bondoso, não teve coragem de fazer isso. Ele deixou Branca de Neve escapar e a princesa encontrou uma casinha no meio da floresta.

Essa casinha pertencia a sete anões. Eles eram amáveis e acolheram Branca de Neve com carinho. A princesa ajudava os anões com as tarefas da casa e eles se tornaram grandes amigos.

Enquanto isso, a madrasta descobriu que Branca de Neve ainda estava viva. Ela se disfarçou de uma velhinha e foi até a casa dos anões para tentar enganar a princesa. Primeiro, ofereceu um espartilho apertado, depois um pente envenenado, mas Branca de Neve sempre era salva pelos anões.

Finalmente, a madrasta preparou uma maçã envenenada. Ela deu a maçã para Branca de Neve, que mordeu e caiu em um sono profundo. Os anões, desesperados, não sabiam o que fazer.

Mas um dia, um príncipe passou pela floresta e viu a bela Branca de Neve. Encantado com sua beleza, ele se aproximou e deu um beijo de amor verdadeiro na princesa. No mesmo instante, Branca de Neve acordou do sono profundo.

O príncipe e Branca de Neve se apaixonaram e decidiram se casar. E assim, eles viveram felizes para sempre, rodeados pelos anões e todos os amigos do reino.

Essa é uma adaptação da história de Branca de Neve para crianças de até 7 anos. Baseada na versão clássica dos Irmãos Grimm.

Contos de Fadas: A Bela Adormecida

Contos de Fadas: A Bela adormecida - Bela dormindo enquanto o príncipe a observa
Publicidade

Era uma vez um rei e uma rainha que estavam muito felizes, pois esperavam o nascimento de uma linda princesinha. Para comemorar esse momento especial, eles decidiram fazer um grande batizado e convidaram todos do reino, mas esqueceram de convidar uma fada muito importante.

Essa fada ficou muito brava e decidiu lançar um feitiço na princesinha. Ela disse: “Ao completar 16 anos, a princesa espetará o dedo em uma roca de fiar e cairá em um sono profundo que durará muitos anos.”

Os anos passaram, e a princesinha cresceu feliz e encantadora. Seus pais fizeram de tudo para protegê-la do feitiço. Proibiram qualquer roca de fiar no reino e mantiveram a princesa longe de qualquer perigo.

Mas, no dia do seu aniversário de 16 anos, a curiosidade falou mais alto. A princesa encontrou uma sala escondida no castelo, onde havia uma roca de fiar. Sem saber dos perigos, ela se aproximou e, acidentalmente, espetou o dedo.

Assim que o dedo tocou a roca, a princesa caiu em um sono profundo. O feitiço da fada má tinha se cumprido. Todos no castelo também adormeceram, esperando o dia em que a princesa acordaria.

O tempo passou, e uma floresta de espinhos cresceu ao redor do castelo, protegendo-o do mundo exterior. Muitos príncipes tentaram chegar até a princesa, mas foram impedidos pelos espinhos.

Até que cinco anos depois, um príncipe corajoso chegou ao castelo. Com sua espada, ele conseguiu atravessar os espinhos e encontrou a bela adormecida. Com um beijo de amor verdadeiro, o príncipe despertou a princesa e todos no castelo.

A felicidade voltou ao reino. O príncipe se casou com a princesa, e eles viveram felizes para sempre. O reino inteiro comemorou o despertar da princesa e celebraram o amor verdadeiro que quebrou o feitiço.

Essa é uma adaptação da história de “Bela Adormecida” para crianças de até 7 anos, baseada nas versões clássicas.

Contos de Fadas: A Pequena Sereia

Contos de Fadas: A Pequena Sereia no mar junto com seus amigos
Publicidade

Era uma vez, no fundo do mar, vivia uma linda sereiazinha chamada Ariel. Ela era a filha caçula do rei Tritão e sempre foi diferente das suas irmãs. Enquanto as outras sereias cantavam e brincavam, Ariel era quieta e pensativa.

Desde pequena, Ariel guardava uma estátua de um jovem príncipe que encontrou em um navio naufragado. Ela ficava fascinada com o mundo dos humanos e sonhava em conhecê-lo.

Um dia, ao completar dezoito anos, Ariel decidiu que estava pronta para explorar a superfície. Ela subiu à superfície e, encantada com o que viu, nadou até bem perto da praia.

Foi nesse momento que Ariel avistou o príncipe Eric. Ele era corajoso e gentil, e Ariel se apaixonou à primeira vista. Mas havia um problema: sereias não podiam viver no mundo dos humanos.

Determinada a ficar com o príncipe, Ariel procurou a bruxa do mar, Úrsula, em busca de uma solução. A bruxa ofereceu um acordo: transformaria Ariel em humana, mas em troca ela deveria entregar sua voz.

Ariel aceitou o acordo, tornou-se humana e teve a oportunidade de conhecer o príncipe Eric. Mesmo sem poder falar, ela conquistou seu coração com gestos e sorrisos.

No entanto, Úrsula estava tramando um plano para atrapalhar o amor de Ariel e Eric. Com a ajuda dos amigos animais de Ariel, eles conseguiram derrotar Úrsula e quebrar o feitiço.

Ariel recuperou sua voz e o príncipe Eric descobriu toda a verdade. Eles se declararam um ao outro e decidiram se casar. O rei Tritão, vendo a felicidade de sua filha, abençoou o casamento e todos viveram felizes para sempre.

Essa é uma adaptação da história “A Pequena Sereia” para crianças de até 7 anos, baseada nas versões clássicas.

Contos de Fadas: Chapeuzinho Vermelho

Chapéuzinho vermelho andando na floresta. Contos de Fadas
Publicidade

Era uma vez uma bela menina chamada Chapeuzinho Vermelho. Ela vivia com sua mãe e era muito encantada pela sua querida avó. Chapeuzinho Vermelho sempre usava uma capa com capuz vermelho, o que lhe rendeu esse apelido carinhoso.

Um dia, a avó de Chapeuzinho Vermelho adoeceu e sua mãe pediu para ela levar alguns doces e uma cesta de alimentos para a avó se recuperar. Com todo amor e cuidado, Chapeuzinho Vermelho prontamente aceitou a missão.

No caminho para a casa da avó, Chapeuzinho Vermelho passou por uma bela floresta. Enquanto caminhava, encontrou um lobo astuto que a abordou.

O lobo, fingindo ser gentil, perguntou aonde Chapeuzinho Vermelho estava indo. Inocentemente, ela contou sobre sua visita à avó doente.

O lobo, com segundas intenções, sugeriu a Chapeuzinho Vermelho que pegasse um caminho mais longo, enquanto ele seguiria o atalho. Mal sabia a menina que o lobo tinha um plano para chegar à casa da avó primeiro.

Ao chegar à casa da avó, o lobo rapidamente engoliu a pobre senhora e assumiu seu lugar na cama. Quando Chapeuzinho Vermelho chegou, ela estranhou a aparência diferente da avó, mas o lobo a convenceu de que era apenas uma questão de resfriado.

Então, o lobo tentou enganar Chapeuzinho Vermelho também, mas a esperteza da menina a salvou. Ela percebeu que algo estava errado e conseguiu escapar do lobo astuto.

Chapeuzinho Vermelho correu de volta para casa e contou tudo para sua mãe. Juntas, elas voltaram à casa da avó e encontraram a avó a salvo e o lobo capturado.

Desde então, Chapeuzinho Vermelho aprendeu a importância de não falar com estranhos e a confiar em seus instintos.

E assim, Chapeuzinho Vermelho, sua avó e sua mãe viveram felizes para sempre, sempre cuidando uma da outra.

Essa é uma adaptação da história “Chapeuzinho Vermelho” para crianças de até 7 anos, baseada nas versões clássicas.

Participe do nosso grupo do WhatsApp e receba novidades, atividades, jogos educativos e recursos pedagógicos em PDF para imprimir!

Contos de Fadas: O Patinho Feio

O patinho feio e seu reflexo na água. Contos de Fadas
Publicidade

Era uma vez um lindo lago onde viviam vários patinhos. Mas havia um patinho diferente dos outros, com penas desajeitadas e uma aparência estranha. Ele se sentia triste e deslocado, pois todos zombavam dele por ser diferente.

O patinho feio não se encaixava no grupo e sempre se perguntava por que era tão diferente. Ele decidiu então sair em uma jornada para descobrir seu lugar no mundo.

Durante sua jornada, o patinho feio encontrou vários animais que também não se sentiam aceitos. Eles o ensinaram que a beleza está além das aparências e que cada um tem seu valor único.

Depois de muitas aventuras, o patinho feio chegou a um lindo lago onde encontrou outros cisnes. Ao se aproximar da água, ele viu seu reflexo e descobriu que havia se transformado em um cisne.

O patinho feio percebeu que, na verdade, ele não era um patinho feio, mas sim um lindo cisne. Ele se sentiu feliz por finalmente encontrar seu verdadeiro lugar e ser aceito pelos outros cisnes.

E assim, o patinho feio viveu feliz para sempre, rodeado de outros cisnes que o admiravam e valorizavam por sua verdadeira beleza.

Essa é uma adaptação da história “O patinho feio” para crianças de até 7 anos, baseada nas versões clássicas.


Acesse nossas redes: InstagramFacebookPinterestYouTube.

Tenho um grupo exclusivo no Facebook onde compartilhamos muitas coisas importante para o protagonismo da sua familia.

<- voltar para histórias infantis ou página inicial.

Publicidade
Autor(a)
Keila Cristina

Keila Cristina

Pedagoga formada pela Faculdade Uniron em 2020. Fascinada pelo estudo das competências humanas, criadora do Método SIMA, influenciada pela teoria construtivista de Jean Piaget e pelo sistema educacional de Maria Montessori, Keila acredita na importância da liberdade, da atividade e do estímulo para a procura do conhecimento e desenvolvimento físico e mental das crianças.

6 respostas

  1. Adorei as histórias, e seria muito bom adiquir-las em pdf para mostrar os personagens e ler a história. Facilita o nosso dia que as vezes é bastante corrido e cheio de contratempos.

  2. Estou apaixonada em tudo que tenho recebido 😍, muito obrigada equipe ieducacão e parabéns pelo trabalho maravilhoso que tem ajudado muitos professores

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Veja os melhores modelos de Painéis da Cultura Indígena e monte a sua decoração temática....
Esses Desenhos para Colorir dos Povos Indígenas foram feitos para estimular a aprendizagem infantil. Baixe...
Confira as melhores atividades para o dia do livro infantil e explore a literatura para...
Acesse: Painel Dia do Livro para imprimir e baixe Modelos Incríveis para fazer o seu...
Aplique as melhores Atividades Lúdicas da Cultura Indígena na prática para ensinar de modo divertido!...
Veja os melhores Planos de Aulas da Cultura Indígena com os códigos da BNCC para...
Explore a Pluralidade cultural, ensine e divirta com as melhores Lembrancinhas para o Dia dos...
Veja as melhores brincadeiras indígenas para aplicar em sala de aula que o iEducação selecionou....
Confira as atividades de higiene bucal para ensinar de maneira divertida e envolvente sobre os...
Leve conscientização às escolas com as melhores Atividades Dia do Índio para Educação Infantil! Estimule...
Poxa, acabou 😔
PDF's Gratuitos do iEducação