Cordel Infantil

Estimule a leitura das crianças, através do cordel infantil, um tesouro cultural que combina poesia, tradição e histórias envolventes.

Por Gerliane Peixoto

, do iEducação

Atualizado em

O Cordel Infantil é uma arte literária escrita cheia de rimas, histórias populares e personagens marcantes que transporta crianças e adultos à raízes e tradições do nordeste. Textos de Cordéis podem e devem ser usados para estimular a aprendizagem das crianças.

Publicidade

Além dos cordéis, indicamos a aquisição das atividades de Produção e Interpretação de Textos para estimular o pensamento crítico, a criatividade e habilidades de leitura e escrita das crianças. São 200 exercícios, indicados para crianças de 5 a 12 anos de idade. COMPRE AQUI.

Não esqueça de, ao final das imagens do artigo, baixe o PDF Gratuito com os cordéis mencionados. Explore a profundidade deste gênero literário e veja como é possível enriquecer as suas aulas.

Participe do nosso grupo do WhatsApp e receba novidades, atividades, jogos educativos e recursos pedagógicos em PDF para imprimir!
Cordel Infantil. Material Exclusivo iEducação.
Publicidade

Veja Também:

Cordel Infantil para Imprimir

Estes cordéis são ricos em cultura e literatura, e oferece uma experiência de aprendizado única, com rimas e histórias envolventes.

Publicidade

Com temas diversificados, é uma maneira estimulante de explorar a cultura nordestina e despertar a imaginação das crianças.

Material Exclusivo iEducação. O Cordel Infantil A Corrida dos Animais na Floresta
Material Exclusivo iEducação. O Cordel Infantil A Corrida dos Animais na Floresta.
Publicidade
Cordel Infantil Aventura de Bia. Material Exclusivo iEducação.
Cordel Infantil Aventura de Bia. Material Exclusivo iEducação.
Publicidade
cordel infantil O Rei e o Riso
Material Exclusivo iEducação. O Cordel Infantil O Rei e o Riso
Publicidade
cordel infantil O Pirata e o Mar.
cordel infantil O Pirata e o Mar. Material Exclusivo iEducação.
Publicidade
cordel infantil O Mistério do Tesouro Escondido
cordel infantil O Mistério do Tesouro Escondido. Material Exclusivo iEducação.
Publicidade
cordel infantil O Feitiço do Relógio.
cordel infantil O Feitiço do Relógio. Material Exclusivo iEducação.
Publicidade
cordel infantil O Elefante Sonhador
Material Exclusivo iEducação. cordel infantil O Elefante Sonhador
Publicidade
cordel infantil Lucas, o Astronauta
cordel infantil Lucas, o Astronauta. Material Exclusivo iEducação.
Publicidade
cordel infantil Flora e as Plantas
cordel infantil Flora e as Plantas. Material Exclusivo iEducação.
Publicidade
cordel infantil As Estrelas Cadentes de Lara.
cordel infantil As Estrelas Cadentes de Lara. Material Exclusivo iEducação.
Publicidade

Gostou?

Solicite abaixo o PDF gratuitamente, em poucos minutos estará na sua caixa de entrada e poderá baixar, imprimir e trabalhar com suas crianças quantas vezes quiser.

O que é Cordel?

O que é Cordel
O que é Cordel. Material Exclusivo iEducação.
Publicidade

O cordel é uma expressão literária fascinante, originária do Nordeste brasileiro, que cativa pela simplicidade de seus versos rimados e pelo encanto de suas narrativas. Tradicionalmente impressos em folhetos, esses textos são expostos em cordas ou barbantes, daí o nome “cordel“.

Publicidade

Acompanhados por ilustrações em xilogravura, os folhetos abordam temas variados, desde aventuras e romances até críticas sociais e humor, refletindo a riqueza cultural e a diversidade da sociedade. Para crianças e educadores, o cordel se apresenta como uma ferramenta educativa valiosa, promovendo o desenvolvimento da leitura, da escrita e da criatividade.

Além de ser uma porta de entrada para o universo literário, o cordel estimula a imaginação e o interesse pela cultura brasileira, oferecendo lições sobre ética, moral e justiça de forma acessível e envolvente.

Ideias para Trabalhar Cordel Infantil em Sala de Aula

Crianças na sala de aula. Material Exclusivo iEducação.
Publicidade

Trabalhar com cordéis em sala de aula é uma excelente maneira de introduzir os alunos à rica tradição da literatura de cordel, desenvolver habilidades de leitura e escrita, e explorar a cultura brasileira. 

Aqui estão 10 ideias criativas para incorporar cordéis em atividades educacionais:

Introdução à Literatura de Cordel

  • Comece com uma aula introdutória sobre a história e as características da literatura de cordel, incluindo a origem nordestina, os temas comuns, e a importância dos folhetos e xilogravuras.

Leitura e Análise de Cordéis

  • Selecione diversos cordéis para leitura em sala. Discuta com os alunos os temas, estruturas de rima, e mensagens. Compare diferentes autores e estilos.

Oficina de Escrita de Cordel

  • Promova uma oficina onde os alunos criem seus próprios cordéis, incentivando-os a explorar rimas, métricas e temas de seu interesse. Pode-se começar com quadras ou sextilhas para simplificar.

Ilustração de Cordéis

  • Após a escrita, os alunos podem ilustrar seus cordéis, inspirando-se na técnica de xilogravura, adaptando para desenhos com canetas ou lápis. Essa atividade ajuda a entender a importância da ilustração no cordel.

Apresentações e Recitações

  • Organize uma sessão de recitação onde os alunos apresentem seus cordéis para a turma. Isso desenvolve habilidades de oratória e expressão artística.

Concurso de Cordel

  • Realize um concurso de cordel com temas específicos (como sustentabilidade, respeito às diferenças, folclore brasileiro) para estimular a pesquisa e criatividade dos alunos.

Cordel Digital

  • Utilize ferramentas digitais para que os alunos criem cordéis em formatos de e-books ou blogs, integrando texto, imagem e som. Isso introduz a literatura de cordel no contexto das novas tecnologias.

Estudo do Folclore Brasileiro através do Cordel

  • Explore histórias do folclore brasileiro (como Saci, Cuca, Boto) através do cordel, incentivando os alunos a escreverem suas versões dessas histórias em forma de cordel.

Exposição de Cordel na Escola

  • Organize uma exposição com os cordéis criados pelos alunos, aberta à comunidade escolar. Inclua as ilustrações e uma breve explicação sobre o processo criativo e a importância do cordel.

Folclore Brasileiro Através do Cordel

Folclore Brasileiro Através do Cordel. Material Exclusivo iEducação.
Publicidade

O folclore brasileiro é vastamente explorado através da literatura de cordel, servindo como uma rica fonte de inspiração para os cordelistas. Esta forma de expressão artística captura lendas, mitos, contos e personagens folclóricos do Brasil, difundindo-os de maneira acessível e divertida.

Personagens icônicos do folclore como Saci-Pererê, Curupira, Iara, Boto Cor-de-Rosa, e o Boitatá, são frequentemente retratados em histórias de cordel, onde suas aventuras são narradas com a rima e a métrica características deste gênero.

Além de entreter, os cordéis que abordam o folclore brasileiro educam sobre a diversidade cultural do país, enfatizando a importância do respeito à natureza, a valorização das raízes culturais e a riqueza das tradições indígenas, africanas e europeias que compõem o mosaico cultural do Brasil.

Principais Autores do Cordel Brasileiro

Os principais autores do cordel brasileiro são figuras emblemáticas que contribuíram significativamente para a riqueza e a diversidade dessa forma literária. Entre eles, destacam-se:

  • Leandro Gomes de Barros (1865-1918): Considerado o primeiro e um dos maiores poetas de cordel, Leandro é autor de mais de mil folhetos, com obras que vão de narrativas épicas a histórias de cunho moral e religioso.
  • Patativa do Assaré (Antônio Gonçalves da Silva, 1909-2002): Poeta e cantador, Patativa do Assaré é um dos nomes mais reconhecidos do cordel e da literatura popular brasileira, conhecido por sua habilidade de capturar a essência do sertão nordestino em seus versos.
  • João Martins de Athayde (1880-1959): Editor e autor prolífico, Athayde é famoso por seus folhetos de cordel que abordam temas variados, desde histórias bíblicas até fatos do cotidiano e lendas populares.
  • Cego Aderaldo (Aderaldo Ferreira de Araújo, 1878-1967): Um dos mais célebres repentistas e cordelistas do Nordeste, ficou conhecido por sua destreza na improvisação e por seus versos que misturam crítica social e humor.
  • Cuica de Santo Amaro (José Gomes de Abreu, 1907-1964): Famoso na Bahia, Cuica de Santo Amaro destacou-se por seus cordéis que criticavam políticos e a sociedade da época, utilizando-se de sarcasmo e ironia.
  • Rodolfo Coelho Cavalcante (1920-1986): Poeta e editor, Rodolfo foi uma figura central na difusão do cordel no Sul do Brasil, conhecido por seus folhetos que abordam temas históricos e de crítica social.
  • Apolônio Alves dos Santos (1923-1997): Reconhecido por sua contribuição à literatura de cordel, com ênfase em temas religiosos e educativos.

Estes autores, entre outros, desempenharam um papel crucial na preservação e na propagação da literatura de cordel, garantindo sua transmissão através das gerações e consolidando-a como uma expressão cultural vital do Brasil.

Veja Também:

Participe do nosso grupo do WhatsApp e receba novidades, atividades, jogos educativos e recursos pedagógicos em PDF para imprimir!

Perguntas Frequentes sobre os Cordéis Infantis

Que são cordéis?

São folhetos de poesias populares, muitas vezes acompanhados de ilustrações, que narram histórias em versos. Essa forma de literatura é tradicional no Nordeste do Brasil e tem raízes na literatura ibérica.

Quais são os cordéis mais conhecidos?

Inclui obras de autores renomados como Leandro Gomes de Barros, Patativa do Assaré e João Martins de Athayde.

Qual é o cordel mais famoso?

“A Chegada de Lampião no Inferno” de José Pacheco é frequentemente citado pela sua popularidade e impacto cultural.

O que é cordel de exemplos?

Refere-se a folhetos que utilizam histórias, fábulas ou eventos para ilustrar lições de vida, moralidades ou críticas sociais, servindo como exemplos ou ensinamentos para o leitor.

Como é escrito o cordel?

O cordel é escrito em versos, com uma métrica regular e rimas ao final de cada linha. A forma mais comum é a sextilha, que consiste em estrofes de seis linhas, mas outras estruturas como a décima (dez linhas) também são populares.

Quantas linhas tem que ter o cordel?

Não há um número fixo de linhas; o cordel pode variar de poucas estrofes a várias páginas, dependendo da história.

É obrigatório rimar no cordel?

Embora a rima seja uma característica tradicional e distintiva do cordel, a criatividade e a mensagem podem prevalecer. A rima enriquece o texto, mas a qualidade e a força da narrativa também são fundamentais.

Publicidade
Foto do autor

Autor(a) Artigo

Gerliane Peixoto
Pedagoga do iEducação

10 comentários em “Cordel Infantil”

  1. Amei saber mais sobre os cordéis! Sou da educação infantil e sempre tive vontade de trabalhar com esse gênero textual.
    Estou amando os conteúdos para educação infantil, muito modernos, atualizado e bem elaborados.

    Responder
  2. Eu amei todos os conteúdos todas as atividades será de grande valia vai me ajudar muito obrigada

    Responder

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.